Você está aqui: Home / Imprensa / Notícias / Aviação agrícola no Brasil é destaque internacional

O ganho de produtividade nas lavouras alcançado com a aviação agrícola, bem como a busca pela proteção e o desenvolvimento da agricultura brasileira, tem gerado um crescimento nos investimentos do setor aeroagrícola nacional.

Estes foram os critérios que justificaram a Outlloks on Pest Management, revista científica da Inglaterra especializada em tecnologias para agricultura, a publicar o artigo sobre o programa de Certificação Aeroagrícola Sustentável – CAS. O trabalho 'Evolução da aviação agrícola no Brasil' é de autoria de Ulisses Rocha Antuniassi, professor da Unesp, Universidade Estadual de Botucatu, e coordenador do CAS.
 
O artigo faz uma trajetória do setor no País, que alcançou, até dezembro do ano passado, a frota de 2.007 aeronaves.  'O que podemos observar é a nítida convergência do crescimento do setor e do incremento nas principais culturas brasileiras', analisa Ulisses Antuniassi. 'É o caso da soja, nos últimos quatro anos. Enquanto no restante do mundo seu crescimento foi de 8,9%, no Brasil a oleaginosa cresceu o triplo, com expressivos 27,5%'.
 
A frota do Mato Grosso ocupa a primeira posição no ranking por Estados, com uma frota de 467 aeronaves, seguido pelo Rio Grande do Sul (420), São Paulo (287), Goiás (239), Paraná (141), Bahia (102), Mato Grosso do Sul (100), seguindo-se os demais Estados com menores números. 
 
No quesito empresas de aviação agrícola, foram registradas um total de 232 operadoras em todo território nacional. Nesse caso, o topo do ranking é o Rio Grande do Sul, com 82 empresas (35,4% do total), em segundo lugar aparece São Paulo, com 38 empresas, seguido do Paraná (28), Goiás (20) e Mato Grosso (17). O levantamento não abrange os chamados operadores privados ou órgãos públicos. 
 
A Certificação Aeroagrícola Sustentável foi criada pela Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (FEPAF), em parceria com a Associação Nacional de Defesa Vegetal (ANDEF) e o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (SINDAG). O programa tem como objetivo incentivar a qualificação de empresas de aviação e de operadores, buscando aumentar a eficiência das pulverizações aéreas e reduzir os riscos ambientais inerentes à atividade.
 
O CAS é coordenado pela Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho' (FCA/UNESP-Botucatu), bem como pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) e a Universidade Federal de Uberlândia (UFU).
 
Para mais informações sobre o CAS, acesse: www.cas-online.org.br
 
Fonte: Comunicação ANDEF, com informações do portal Agronautas e do SINDAG 

ANDEF. Avenida Roque Petroni Júnior, 850 . 19º andar . Torre Jaceru . Jardim das Acácias . CEP: 04707-000 . Tel.: 55 (11) 3087-5033 - (Mapa) Desenvolvido por UAU!LINE.