Você está aqui: Home / Imprensa / Notícias / Basf apresenta novas soluções

Segmento de Soluções Agrícolas da empresa mostrou perspectivas para 2010.

São Paulo, Brasil, 3 de maio – O segmento de Soluções Agrícolas da BASF na América Latina apresentou estratégia e perspectivas para 2010. A região ocupa grande importância para a companhia neste segmento. Inovação é um dos pilares e parte integrante de todos os produtos e serviços oferecidos pela BASF aos agricultores, contribuindo para maior eficiência e competitividade.

O Brasil é um mercado de grande relevância para a BASF no mundo na área de proteção de cultivos. Em 2009, a Divisão Global de Proteção de Cultivos registrou vendas no montante de ? 3.646 bilhões, um aumento de ? 237 milhões em comparação ao excelente ano anterior. Seus lucros foram elevados para ? 769 milhões com acréscimo nos investimentos em pesquisa e desenvolvimento, marketing e vendas. Atualmente, a região que compreende a América do Sul, África e Oriente Médio representa 23% das vendas mundiais de proteção de cultivos.

A região tem apresentado uma performance consistente: nos últimos 5 anos (de 2005 a 2009), as vendas da BASF cresceram de ?2,351 bilhões para ?2,963 bilhões, alavancadas principalmente pelo Brasil e pela Divisão de Proteção de Cultivos. No primeiro trimestre de 2010, apesar do baixo preço e volatilidade das commodities, a Divisão apresentou crescimento na América do Sul, devido à demanda elevada de defensivos por causa do clima chuvoso; da recuperação do mercado de cana-de-açúcar e da maior procura por produtos de alta tecnologia para assegurar a colheita.

“Para os próximos anos, contamos com uma forte demanda por nossos produtos e soluções, visando atender às expectativas dos agricultores, continuaremos investindo na capacidade produtiva e em inovação. Planejamos investir, no futuro próximo, uma média anual mundial entre ?100 e ?150 milhões”, diz Markus Heldt, presidente mundial da Divisão de Proteção de Cultivos da BASF.

“Em 2009, apesar da crise econômica e das dificuldades que o Grupo BASF teve que superar, aumentamos o nosso investimento em Pesquisa & Desenvolvimento para ?1,4 bilhão. Desse número, 25% (que equivalem a ?325 milhões) foram investidos na unidade de Proteção de Cultivos. Em biotecnologia, investimos outros 11%, o que significa que mais de um terço do montante de investimentos de todo Grupo BASF foi destinado às soluções para agricultura”, complementou Heldt.

Biotecnologia

A BASF anunciou recentemente a aprovação do Sistema de Produção Cultivance®, a primeira variedade de soja brasileira geneticamente modificada tolerante a herbicidas, fruto da parceria entre a companhia e a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). “Cultivance® não é apenas a primeira soja geneticamente modificada da BASF, mas também a primeira cultura geneticamente modificada aprovada para cultivo comercial. Isto mostra como fazemos nossa estratégia de Parceria em Tecnologia de Sementes funcionar. Com esta estratégia almejamos manter a liderança tecnológica na procura por melhores genes e trazê-los para o mercado com nossos parceiros”, disse Peter Eckes, presidente da BASF Plant Science. O Sistema de Produção Cultivance® será lançado no Brasil a partir da safra 2011/2012. Além disso, há um interesse significativo no desenvolvimento da tecnologia que se ajusta às necessidades locais dos países vizinhos na América Latina, incluindo a Argentina, a Bolívia e o Paraguai.

A mais recente parceria no Brasil foi divulgada juntamente com o CTC – Centro de Tecnologia Canavieira. A BASF e o CTC estão juntando suas competências na criação de uma variedade de cana-de-açúcar geneticamente modificada, com o objetivo de entregar variedades do cultivar capazes de oferecer aos produtores 25% mais produtividade e tolerância à seca. A tecnologia estará disponível já na próxima década.

Inovação, competitividade, maior produtividade e rentabilidade são os ingredientes que a BASF oferece, no Brasil ou na Alemanha, investindo para criar soluções inovadoras que possam ajudar a agricultura. Desta forma, somos parceiros dos agricultores para melhorar continuamente o processo produtivo.

Tecnologias para uma agricultura sustentável

Um dos desafios da empresa é o desenvolvimento de tecnologias cada vez mais sustentáveis para assegurar aos agricultores mais produtividade e competitividade, com menos impacto.

Uma iniciativa voltada para essa temática é o Programa Mata Viva, cuja realização é feita em conjunto com cooperativas e em parceria com a Fundação Espaço ECO. A BASF oferece apoio técnico, orientação às cooperativas, profissionais do setor agrícola e produtores para a restauração das áreas de preservação permanente e de terras agrícolas em fazendas, além de educação ambiental para as comunidades.

Em 2009, o Programa atingiu a marca de 500 mil mudas plantadas e envolveu mais de 85 mil alunos em projetos de educação ambiental. A Fundação Espaço ECO, instituída pela BASF em 2005, promove o desenvolvimento sustentável por meio do compartilhamento de tecnologias e soluções aplicadas em ecoeficiência, educação ambiental e reflorestamento.

Comunicação Basf

ANDEF. Avenida Roque Petroni Júnior, 850 . 19º andar . Torre Jaceru . Jardim das Acácias . CEP: 04707-000 . Tel.: 55 (11) 3087-5033 - (Mapa) Desenvolvido por UAU!LINE.