Você está aqui: Home / Imprensa / Notícias / Cepea realiza estudo em parceria com a ANDEF sobre defensivos agrícolas

Resultado mostra as perdas econômicas causadas pela não utilização de defensivos nas lavouras

Pragas e doenças na agricultura podem resultar em queda no volume de produção, em prejuízos à qualidade dos produtos, além de levar à morte plantas e até dizimar cultivos inteiros. Sendo assim, o Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), em parceria com a ANDEF, realizou uma série de estudos que comprovam os danos causados pelo não controle de pragas nas plantações. Dividido em três relatórios, o objetivo da pesquisa foi apurar os gastos dos produtores com a utilização dos agroquímicos e verificar o impacto econômico que a não utilização desses produtos traria para os agricultores e para o país.

As duas primeiras partes do estudo foram divulgadas no jornal Folha de S. Paulo, na coluna “Vaivém das Commodities”, assinada pelo jornalista Mauro Zafalon. A primeira parte da pesquisa acompanhou as principais doenças e pragas nas lavouras de soja, milho e de algodão nas safras 2014/15, 2015/16 e 2016/17. Já na segunda parte, vemos o efeito do não tratamento de pragas, como a lagarta Spodoptera, sobre preços ao consumidor de produtos da cadeia produtiva do milho.

A terceira parte da pesquisa mostra os impactos do não tratamento da ferrugem asiática na soja sobre os principais produtos que têm a oleaginosa como matéria-prima. Na última quarta-feira, 10, o pesquisador da área de Custos Agrícolas do Cepea, Mauro Osaki, falou sobre a terceira etapa do estudo no programa Mercado & Companhia, no quadro Momento Cepea, no Canal Rural. Assista a entrevista na página do Facebook do Canal Rural, o Momento Cepea começa em 51:40.

Confira na íntegra o relatório completo da parte 1, parte 2 e parte 3 do estudo.

ANDEF. Avenida Roque Petroni Júnior, 850 . 19º andar . Torre Jaceru . Jardim das Acácias . CEP: 04707-000 . Tel.: 55 (11) 3087-5033 - (Mapa) Desenvolvido por UAU!LINE.