Você está aqui: Home / Imprensa / Notícias / Embalagens de defensivos agrícolas se tornam mais educativas

A repetição do mesmo produto na lavoura a cada aplicação é um dos fatores que levam ao surgimento de pragas resistentes. Pensando em como ajudar o produtor rural a evitar este risco, os rótulos nas embalagens dos defensivos agrícolas mudaram este ano. Agora, as embalagens apresentam o modo de ação de cada um dos ingredientes ativos contidos na formulação e uma classificação em grupos para ajudar o produtor a fazer a rotação dos produtos.

Em entrevista à CBC Agronegócios, Fábio Kagi, gerente adjunto de Inovação e Sustentabilidade da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), conta que a ação está em vigor desde o início de 2018. “Essas mudanças foram pensadas como uma medida para combater à resistência aos defensivos agrícolas – um grande prejudicador da produção”, pontua.

O objetivo é ajudar no controle do uso dos defensivos para que não haja repetições de mesmos produtos na praga-alvo, ou seja, não usar o mesmo produto duas vezes seguidas. “Os produtos são divididos em Grupo, Código e Classe. Por exemplo, se você utilizar um produto do Grupo 3, Código A, na próxima aplicação você deve utilizar um que seja Código A, mas de outro grupo”, explica Kagi.

Kagi lembra que nada muda na forma de aplicação de cada produto, a mudança na embalagem é apenas um reforço na comunicação. As instruções sobre a forma correta de uso de cada produto sempre vieram prontas e detalhadas, bastando ao produtor rural aplicar. “A diferença é que agora ela é visual: é só olhar o rótulo que o produtor entende a sequência de produtos que deve evitar e a que é melhor usar”, diz o gerente da Andef.

Os defensivos são separados em cinco Grupos: Grupo 1 Azul – atuam sobre o sistema nervoso e/ou musculatura; Grupo 2 Verde – afetam o crescimento ou o desenvolvimento; Grupo 3 Laranja – atuam no intestino médio; Grupo 4 Vermelho – atuam sobre o sistema respiratório; e Grupo 5 Cinza – modo de ação inespecífico. Dentro dos grupos, há subgrupos categorizados por A, B, C, D, e F. Os novos rótulos trazem informações relacionadas aos modos de ação, fundamentais na escolha correta do produto.

Para complementar, foi criada uma campanha de educação chamada Modos de Ação, par incentivar as boas práticas agrícolas. A ação é coordenada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em parceria com a Andef e Sindicato Nacional das Indústrias de Produtos para a Defesa Vegetal (Sindiveg) e os Comitês de Ação à Resistência de Fungicidas (FRAC), de Herbicidas (HRAC) e de Inseticidas (IRAC).

Site da campanha http://www.modosdeacao.com.br/

*Fonte CBC Agronegócios

ANDEF. Avenida Roque Petroni Júnior, 850 . 19º andar . Torre Jaceru . Jardim das Acácias . CEP: 04707-000 . Tel.: 55 (11) 3087-5033 - (Mapa) Desenvolvido por UAU!LINE.