Você está aqui: Home / Imprensa / Notícias / Morosidade no registro de defensivos agrícolas é gargalo, diz Kátia Abreu

Durante sua cerimônia de posse, realizada nesta segunda-feira (5), como nova Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília/DF, a senadora Kátia Abreu apontou alguns caminhos que deve trilhar na pasta durante os próximos quatro anos. Entre os principais destaques, apontou a necessidade de agilizar o registro de defensivos agrícolas no Brasil.

'Um gargalo incidente no agronegócio brasileiro é a morosidade no registro de defensivos agrícolas', disse a nova Ministra, segundo reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico, hoje (6). 'É um desafio a ser enfrentado', apontou.

A presidente licenciada da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), também apresentou diversas medidas que serão tomadas durante a sua gestão, como dar atenção à extensão rural e assistência técnica e desenvolver políticas de incentivo à pesquisa e à aquisição de tecnologias.

'É essencial consolidar um planejamento nacional de defesa agropecuária, construído por meio de parceria do poder público, iniciativa privada e nossa valorosa academia', enfatizou a ministra.

Trajetória
Formada em psicologia na Universidade Católica de Goiás, tornou-se pecuarista ao comandar, com a morte do marido em 1987, uma fazenda no antigo norte goiano, hoje Tocantins. Destacou-se entre os produtores da região e logo se tornou presidente do Sindicato Rural de Gurupi/TO.

Na sequência, foi eleita presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins, cargo que exerceu por quatro mandatos consecutivos, de 1995 a 2005. Em 2008 foi eleita presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), cargo que ocupou até 24 de dezembro de 2014.

Na política, Kátia Abreu disputou pela primeira vez uma cadeira na Câmara dos Deputados em 1998, ficando como primeira suplente. Assumiu a vaga em duas oportunidades, em abril de 2000 e abril de 2002. Foi escolhida para presidir a Bancada Ruralista no Congresso Nacional, sendo a primeira mulher no País a comandá-la.

Em 2002 foi eleita para a Câmara dos Deputados como a candidata mais votada no Estado de Tocantins. Em 2006 venceu a eleição a uma vaga ao Senado Federal.

ANDEF. Avenida Roque Petroni Júnior, 850 . 19º andar . Torre Jaceru . Jardim das Acácias . CEP: 04707-000 . Tel.: 55 (11) 3087-5033 - (Mapa) Desenvolvido por UAU!LINE.