Você está aqui: Home / Imprensa / Notícias / Praga quarentenária para o Brasil é encontrada na Guiana Francesa

A cochonilha Rastroccocus invadens é originária da Ásia e ataca diversas espécies de plantas ornamentais e fruteiras.

Conhecido como 'mango mealybug' ou cochonilha-da-manga, este pequeno inseto não tem grande importância econômica no seu local de origem, o sudeste asiático. A espécie foi descrita como Rastrococcus invadens em 1986 a partir de exemplares coletados no Paquistão e, na mesma época, foi relatada no oeste do continente africano, onde se espalhou muito rapidamente e se tornou uma praga de diversas culturas, como manga, banana e citros, causando perdas significativas.

Foto: Centre for Agriculture and Biosciences International (CABI)

O amplo círculo de hospedeiros, condições climáticas adequadas e ausência de inimigos naturais nos locais onde foi introduzida podem ter contribuído para essa rápida disseminação.
 
Por identificar o grande potencial de dano econômico que essa cochonilha apresenta para  a nossa agricultura, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento incluiu R. invadens na lista de pragas quarentenárias ausentes para o país. Como ela tem baixa capacidade de dispersão ativa e, até 2015, estava restrita aos continentes africano e asiático, não era motivo para muita preocupação. Mas, tendo por base o conceito de que risco é a probabilidade de que um perigo venha a acontecer, a situação mudou de figura quando a espécie foi detectada na Guiana Francesa, país que faz fronteira com o Amapá.
 
A descoberta foi feita em 2014 e publicada em 2015 por um grupo de pesquisadores coordenado por Jean-François Germain. O transporte de frutas ou outros materiais vegetais infestados é considerado o meio mais provável de entrada da praga no continente americano. O controle biológico é a alternativa mais viável para manter a população da praga abaixo do nínvel de dano e diversas espécies de parasitoides são conhecidas.
 
O Brasil precisa ficar alerta. Outras espécies de cochonilhas já entraram no país a partir da fronteira norte, tais como a cochonilha rosada e, mais recentemente, Lecanodiaspis dendrobii

Fonte: Portal Defesavegetal.net

ANDEF. Avenida Roque Petroni Júnior, 850 . 19º andar . Torre Jaceru . Jardim das Acácias . CEP: 04707-000 . Tel.: 55 (11) 3087-5033 - (Mapa) Desenvolvido por UAU!LINE.