Revolução Verde

O cientista americano Norman Borlaug fundou as bases da agricultura moderna, chamada Revolução Verde. Com a aplicação da ciência e inovação, Borlaug multiplicou a produção de alimentos magnificamente, e hoje é considerado o homem que mais salvou vidas na história da humanidade, razão pela qual ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1970. O que alguns não sabem é que Borlaug, morto em 2009, admirava profundamente a Revolução Verde feita no Brasil nos últimos 40 anos.

Estimativas da FAO indicam que será preciso aumentar a produção mundial de grãos em 60% para alimentar toda a população do planeta em 2050. E se queremos vencer este desafio, precisamos entender melhor a nossa própria história e conhecer os nossos heróis. Nas escolas brasileiras, aprendemos sobre a história de diversos personagens estrangeiros, mas não nos ensinam quem foram os brasileiros que ajudaram o País a revolucionar sua produção de alimentos e se tornar uma referência global em produzir e preservar.

 

Desde de 2013, o Fórum Inovação, Agricultura e Alimentos passou a homenagear os heróis da Revolução Verde brasileira. São produtores, cientistas, pesquisadores, homens e mulheres que semeiam um Brasil capaz de alimentar a si mesmo e a boa parte do planeta, com muito estudo, ciência e inovação.

 

Conheça os dez heróis da Revolução Verde brasileira homenageados em 2015: www.revolucaoverde.org