Sustentabilidade

Sistema Campo Limpo

O Brasil é, atualmente, referência em todo o mundo no trabalho de destinação e processamento de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Parte desse sucesso pode ser atribuído ao Sistema Campo Limpo, do InpEV - Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias, programa de logística reversa que estabelece a responsabilidade compartilhada entre todos os agentes envolvidos na cadeia, da indústria ao produtor rural.

Criado pela Andef em 1997, como projeto piloto, foi consolidado em 2001, após a publicação da Lei 9.974/00. Desde então, o programa já retirou mais de 400 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos dos campos brasileiros.
 
O InpEV tem como associadas mais de 90 empresas do setor de defensivos agrícolas e 10 entidades representativas do setor - juntas, elas aportaram mais de R$ 270 milhões no sistema nos últimos seis anos. O esforço levou o Brasil ao posto de recordista mundial em recolhimento e processamento de embalagens plásticas de defensivos.
 
Em 2013, o Brasil recolheu e processou cerca de 95% das embalagens plásticas primárias comercializadas. Na Alemanha, o índice de recolhimento é de 65%, enquanto França e Japão recolhem cerca de 50%. Nos Estados Unidos, a taxa de recolhimento é bem mais modesta: 20%. Os números provam que, no quesito sustentabilidade, o agronegócio brasileiro também é de primeiro mundo.
 
Mais informações no site: www.inpev.org.br.