Sustentabilidade

Sustentabilidade

Mais do que uma cadeia produtiva, o agronegócio se constitui em uma atividade vital para a humanidade. No entanto, tão importante quanto produzir alimentos, fibras e energias renováveis é fazê-lo de forma sustentável, preservando o meio ambiente e os recursos naturais, promovendo a qualidade de vida e gerando renda. Assim, atende-se ao tripé da sustentabilidade: fatores econômicos, sociais e ambientais. E o Brasil tem mostrado ao mundo que produzir e preservar não só é possível como é a chave para o agronegócio de sucesso. 

Em apenas 40 anos, o Brasil deixou a incômoda posição de importador de comida para se tornar um dos maiores exportadores de alimentos, fibras e biocombustíveis do mundo. Um fator fundamental para essa incrível “revolução verde” foi o controle cada vez mais eficiente das pragas, alcançado através de inovação constante das empresas associadas à Andef. Entre 1977 e 2013, os defensivos agrícolas foram parte importante de um pacote tecnológico que possibilitou um aumento de 371% na produção de alimentos, enquanto a área plantada cresceu apenas 42%. 
 
Segundo a ONU, o Brasil é um dos poucos países, dentre os grandes produtores agrícolas mundiais, cuja competitividade é capaz de, nas próximas décadas, superar o desafio de prover a demanda global de alimentos sem prejuízo aos recursos naturais do planeta.
 
O Brasil, hoje, é um exemplo a ser seguido no campo. Mesmo sendo um dos maiores produtores de alimentos, fibras e energias renováveis do planeta, cerca de 65% das matas nativas no País seguem preservadas - nos Estados Unidos este número fica em torno de 20%, enquanto a Europa não chega a 1%.