Você está aqui: Home / Imprensa / Notícias / Valorização agrícola

A importância da agricultura brasileira em números.

As condições climáticas, a demanda chinesa e, mais recentemente, a tensão na Ucrânia estão puxando para cima os preços de inúmeros produtos agrícolas. Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), os preços dos alimentos sofreram alta de 2,6% em fevereiro.

Se por um lado, os alimentos ficam mais caros para os consumidores no país, por outro a valorização dos produtos agrícolas representam lucros maiores para os produtores e ajudam nas exportações.

É importante entender que o agronegócio é um setor fundamental na economia brasileira. Representou 22,8% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional em 2013, de acordo com a CNA (Confederação Nacional da Agricultura) e também é responsável por 32% dos empregos e 34,8% das emissões de CO2 no país, segundo pesquisa da USP.

A abundância de terras, a mecanização e técnicas modernas de agricultura, como o plantio direto, fizeram com que o Brasil se tornasse um grande produtor de commodities agrícolas.

As exportações do agronegócio somaram US$ 100 bilhões no ano passado, o que equivale a 41,3% do total nacional. O saldo do comércio exterior do agronegócio foi positivo em US$ 82,91 bilhões e compensou o deficit de US$ 80,35 bilhões dos demais setores da economia, possibilitando um superávit geral de US$ 2,5 bilhões na balança comercial.

Milho, cacau, café, cana-de-açúcar, laranja e outras culturas são muito importantes nas exportações brasileiras, porém nenhuma alcança cifras tão grandes quanto a soja no país, que talvez seja o maior exemplo de sucesso da agricultura brasileira.

A produção nacional de soja, segundo dados da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) e do USDA (United States Department of Agriculture), corresponde a 30,4% do total mundial.

A área plantada no país é um pouco maior que a do Estado de São Paulo. E o Brasil é líder no quesito produtividade, sendo que sua produção média por hectare é 9,7% maior que a dos EUA.

A cultura é muito importante para as exportações brasileiras, respondendo por US$ 26 bilhões em exportações, incluindo óleo, farelo e grão. Para se ter uma ideia, a soja representa 70% das exportações agrícolas brasileiras para a China.

Desde o ano 2000 a produção nacional de soja mais que duplicou. E a forte tendência de expansão ilustrada pelo grão perpassa todo o setor, da celulose à pecuária.

O agronegócio brasileiro é um exemplo de eficiência e dinamismo econômico, apesar dos inúmeros gargalos de infraestrutura. O setor símbolo de excelência empresarial e um dos pilares da maior economia da América Latina.

Fonte: Folha de S. Paulo

ANDEF. Avenida Roque Petroni Júnior, 850 . 19º andar . Torre Jaceru . Jardim das Acácias . CEP: 04707-000 . Tel.: 55 (11) 3087-5033 - (Mapa) Desenvolvido por UAU!LINE.